Encontro de Formação decorreu no Seminário da Guarda

A Comissão Sinodal da Diocese da Guarda distribuiu dez mil panfletos (flyers) e dez mil orações para divulgar o Sínodo, convocado pelo Papa Francisco e que envolve a Igreja Universal. A entrega destas ferramentas de divulgação e promoção do Sínodo aconteceu no final do Encontro de Formação, que decorreu no Seminário da Guarda, no último sábado, 13 de Novembro.Com esta iniciativa, a Comissão Sinodal da Diocese da Guarda pretende chegar ao maior número possível de pessoas. De forma resumida e simples, o panfleto responde às seguintes perguntas: “O que é um Sínodo?; Desde quando existem os sínodos?; Para que serve este Sínodo?; Quando e como se celebra?; Dialogar sobre o quê?; Como se vai fazer na nossa Diocese?; Como participar?”. Em relação ao trabalho que vai ser feito na Diocese da Guarda, o panfleto dá conta que “o senhor Bispo nomeou uma Comissão Sinodal Diocesana para implementar e fomentar esta caminhada conjunta de todos os que fazem parte do território da diocese, sejam crentes ou não. Com o auxílio de Comissões Sinodais Arciprestais, o mesmo esforço será feito em cada arciprestado, procurando que as pessoas interessadas em participar se reúnam em pequenos grupos ou em fóruns abertos de reflexão. No final destes encontros, serão feitos relatórios, que hão-de chegar à Comissão Sinodal Diocesana para esta elaborar o relatório final, a ser enviado à Conferência Episcopal Portuguesa”. Adianta ainda que “para complementar estas reflexões, estará disponível um inquérito online de resposta pessoal, e tentar-se-á entrevistar pessoas de âmbitos não crentes”. As pessoas interessadas são convidadas a participar em pequenos grupos de trabalho, fóruns abertos e inquérito online.No site da Diocese da Guarda (www.dioceseda-guarda.pt) estarão disponíveis materiais que ajudarão no entendimento do Sínodo, bem como recursos para a implementação das reflexões em diferentes âmbitos.As pagelas com a oração do Sínodo também já foram distribuídas e foram apresentadas como uma forma espiritual de participação individual e comunitária. Ajudar na caminhada sinodal diocesana as comissões arciprestais sinodais e principais agentes de pastoral, foi o principal objectivo do Encontro de Formação que juntou mais de meia centena de participantes de todos os arciprestados da Diocese. “Não percamos o entusiasmo, este processo não é fácil”, disse o padre Jorge Castela ao grupo de representantes de todos os arciprestados e de alguns movimentos da Diocese da Guarda. O Coordenador da Comissão Sinodal fez a resenha histórica dos sínodos na vida da Igreja e destacou a necessidade de “caminhar juntos” e pediu o envolvimento de todos para que a fase diocesana do sínodo seja o mais abrangente possível. Recorde-se que a Diocese da Guarda tem, actualmente, sete arciprestados (Guarda/Manteigas; Covilhã/Belmonte; Fundão/Penamacor; Pinhel/Figueira de Castelo Rodrigo; Sabugal/Almeida; Seia/Gouveia; Trancoso/Celorico da Beira).