O presidente do Conselho Pontifício para as Comunicações Sociais (Santa Sé) disse que mais de 400 mil pessoas descarregaram a “Pope app”

, aplicação informática dedicada à actividade do Papa.
D. Claudio Maria Celli falava à Rádio Vaticano, após ter apresentado ao Papa Francisco uma nova actualização desta iniciativa, lançada em Janeiro de 2013, que “permite ao Papa estar mais perto dos homens e mulheres de hoje, estar próximo deles com as suas mensagens, as suas intervenções, as suas meditações”.
“Consideramos que este é um momento privilegiado: homens e mulheres, às vezes afastados da Igreja ou mesmo de outras religiões, encontraram no Papa Francisco um amigo, que está a seu lado, que diz coisas verdadeiras e sabe falar ao coração das pessoas”, disse o arcebispo italiano.
O encontro entre este responsável e o Papa aparece no jornal do Vaticano, ‘L’Osservatore Romano’, destacando o sucesso de Francisco nas redes sociais, “números destinados a crescer”, segundo o presidente do Conselho Pontifício para as Comunicações Sociais.
O arcebispo Celli foi acompanhado por Thaddeus Jones, funcionário do dicastério conhecido como “TJ”, que apresentou a Francisco a nova edição da “Pope app”, que dá a possibilidade de aceder “com mais simplicidade e rapidez a todas as homilias do Papa, a todas as suas mensagens e também aos vídeos que lhe dizem respeito”.
Ao mesmo tempo, permite seguir em streaming as cerimónias papais e todas as audiências públicas. O presidente do Conselho Pontifício para as Comunicações Sociais explicou que a Santa Sé sente o “dever de estar presente também no contexto das novas tecnologias”.
A Santa Sé revelou também a criação de uma comissão que vai propor reformas para os media do Vaticano e apresentar um plano no prazo de “12 meses”.
“Os objectivos são adaptar os media da Santa Sé às mudanças nas tendências de consumo, promover a coordenação e chegar de forma progressiva e cuidadosa a poupanças financeiras”, refere o comunicado oficial divulgado durante a apresentação do novo quadro económico do Vaticano.