A Acção Católica Rural (ACR) em Portugal elegeu a nova equipa nacional, para o triénio 2019-2022,

na Assembleia Nacional de Delegados, que decorreu em Leiria, de onde saíram “desafios à Igreja e ao movimento”.
O movimento informa que o lema ‘Ser e viver para transformar…’ vai orientar o caminho para o triénio até 2022 e a ACR reafirma a vontade de seguir a sua “missão eclesial e social”.
Da 19.ª Assembleia Nacional de Delegados, que decorreu a 13 e 14 de Julho, foram apresentados diversos “desafios à Igreja e ao movimento”, como “responder aos grandes temas da actualidade” e a ACR destaca a “problemática global da ecologia e da ecologia integral”, lembrando que o Papa Francisco “sensibilizou” a Igreja com a encíclica ‘Laudato Si’.
O movimento católico pretende também “conceder aos jovens protagonismo” nos caminhos da Igreja, sendo necessário “apoiá-los” nas suas iniciativas e fazendo caminho intergeracional: “A evangelização requer redes comunitárias”.