Um jovem como tantos outros

O mundo assistiu, recentemente, à beatificação de um jovem que faleceu com 15 anos, vítima de uma leucemia fulminante, em Setembro de 2006. Carlo Acutis, um jovem como tantos outros deste tempo, usou os meios digitais, as novas técnicas de comunicação, para transmitir o Evangelho, para comunicar valores e beleza.A vida deste jovem italiano foi marcada por um profundo amor à Eucaristia a que chamava “auto-estrada para o céu”. De acordo com os relatos sobre a sua vida, ia à missa e rezava o terço todos os dias. Ensinava o catecismo às crianças e ajudava as pessoas mais necessitadas e desenvolveu o seu talento na informática e criou exposições virtuais sobre temas de fé e sobre milagres eucarísticos em todo o mundo.Carlo Acutis era devoto de Fátima, que visitou durante uma viagem a Portugal, em particular dos pastorinhos Francisco e Jacinta. São Francisco de Assis foi sempre o seu santo de referência, ao ponto de ter pedido para ser sepultado naquela cidade, o que viria a acontecer.Assis foi também o lugar escolhido par a cerimónia de beatificação, no passado dia 10 de Outubro. Os colegas da escola viam nele um rapaz simpático e que se dava bem com todos, mas que nunca deixava de defender os mais vulneráveis, nomeadamente os colegas com algum tipo de deficiência, que eram vítimas de bullying pelas suas diferenças. Gostava de ajudar quem precisasse de explicações, tanto colegas como idosos, principalmente em relação ao uso dos computadores.Este jovem que soube fazer dos meios digitais uma ferramenta de evangelização foi dado como exemplo, aos jovens de hoje, pelo Papa Francisco, na sua exortação pós-sinodal “Christus Vivit”.Na carta com a fórmula de beatificação o Papa Francisco escreveu: “Concedemos que o Venerável Servo de Deus Carlo Acutis, leigo, que, com o entusiasmo da juventude, cultivou amizade com o Senhor Jesus, colocando a Eucaristia e o testemunho da caridade no centro da própria vida, a partir de agora seja chamado Beato e que seja celebrado todos os anos nos locais e de acordo com as regras estabelecidas pelo direito, em 12 de Outubro, dia de seu nascimento ao céu.”