A loja “Tentações da Belinha”, instalada no Retail JOM Guarda, na Guarda-Gare,

nas antigas instalações da fábrica de confecções Gartêxtil, criada por iniciativa da empresária Anabela dos Santos Fernandes, de 41 anos, recuperou o conceito de venda a granel e comercializa produtos biológicos e regionais. O estabelecimento abriu as portas no dia 20 de Julho deste ano. Anabela dos Santos Fernandes, que trabalhou 13 anos na Fundação João Bento Raimundo, na Guarda, contou ao Jornal A GUARDA que abandonou a instituição em Fevereiro deste ano e decidiu estabelecer-se por conta própria. “Saí por opção, para ir atrás do meu sonho, que era ter um negócio”, disse. Referiu que quando decidiu apostar no ramo comercial, não tinha em mente nenhuma área específica, tendo optado pela venda de produtos regionais e alguns a granel depois de ter feito algumas sondagens ao mercado para ver o que era mais viável e ter visto uma reportagem na televisão sobre este conceito. “Então, achei que este conceito e de produtos a granel era o mais adequado”, esclareceu. A empresária não está arrependida da aposta que fez, pois conta que muitas pessoas que entram na loja “dizem que acham giro, porque é voltar ao tempo dos avós, quando tudo era vendido a granel”. Sobre a venda a granel refere ainda que “é mais económico e não há desperdício do produto, porque o cliente leva só o que necessitar”. A loja vende a granel linhaça, sésamo, goji, trigo sarraceno, aveia, grão, feijão, semente de girassol e de pinhão, entre outros produtos. A comerciante adiantou que tenciona aumentar a oferta de produtos a granel, porque é sua ideia “explorar principalmente essa área”. Comercializa ainda frutos secos (a maior parte deles biológicos) e produtos regionais “que as pessoas já conhecem e já têm um ponto de referência onde os possam vir buscar”. Também vende Cavacas de Pinhel (apenas por encomenda), mel Monte São Cornélio (produzido na aldeia de Quarta-feira, no concelho do Sabugal) e Sweet Bees (de um produtor de Pala, no concelho de Pinhel), produtos da Geninha, do concelho de Figueira de Castelo Rodrigo (amêndoas variadas, bolos de sabores variados, compotas, manteiga de amêndoa, etc.), produtos do Planalto Dourado, nas Freixedas, concelho de Pinhel (compotas biológicas, sal, especiarias, piri-piri, etc.) e ainda pão de alfarroba e de sementes (também por encomenda). A loja “Tentações da Belinha” também faz encomendas de brindes para casamentos e baptizados e Cabazes de Natal. Em relação aos Cabazes de Natal, Anabela dos Santos Fernandes, explicou que são feitos com produtos da loja: “As pessoas chegam e dizem o que querem e eu faço os cabazes no momento. Há pessoas que já pedem para fazer até um determinado valor, mas faço consoante o gosto de cada um”.
Sobre os primeiros meses de funcionamento da loja “Tentações da Belinha”, a proprietária faz um balanço positivo. “Estou muito satisfeita, tem sido positivo. Tenho pessoas que ainda vêm conhecer, mas já tenho clientes habituais que vêm sempre à procura daquele produto específico. O estabelecimento está bem localizado. Tenho clientes que só se deslocam à minha loja, mas outros que se dirigem à JOM e também aqui entram”, disse. Referiu que ainda se nota a crise, verificando que algumas pessoas compram alguns produtos, mas “dizem que querem levar mais, mas que fica para o mês seguinte. E, às vezes, não levam muita quantidade porque dizem que não podem gastar mais dinheiro”. Nos meses de Verão a loja também foi muito procurada por emigrantes que “gostaram muito dos nossos produtos e vendi muitos para levarem no regresso das férias”. Anabela dos Santos Fernandes referiu ainda ao Jornal A GUARDA que se sente realizada com o espaço comercial que detém na Guarda-Gare. A loja funciona diariamente, em horário contínuo, das 10.00 às 20.00 horas.