O novo Peugeot 5008 será lançado este outono e oferecerá versões a gasolina, híbridas e uma variante 100% elétrica com autonomia até 660 km.

Estamos perante a renovação de um SUV médio que vem na esteira da renovação do 3008, oferecendo sete lugares num segmento que ganhou vida com os produtos 100% elétricos.
Com o intuito de oferecer opção para todas as necessidades, o novo Peugeot 5008 está baseado numa nova plataforma, a STLA Medium sendo um carro maior que o atual. Os centímetros adicionados, diz a Peugeot, estão todos atrás da terceira fila de bancos. Nesse sentido, com os sete lugares em posição de utilização, passa a existir um espaço com 289 litros. Suficiente para duas malas de viagem e um saco de golfe. Ou seja, a capacidade duplicou face ao atual.
Por outro lado, o maior destaque da terceira geração do 5008 é a versão 100% elétrica. que oferecerá duas baterias: uma com 73 kWh e outra com 98 kWh. Depois, três níveis de potência: 210, 230 e 320 cv. Este com dois motores elétrico e quatro rodas motrizes. Dessa forma, haverá vários níveis de autonomia. Os modelos com 210 e 320 cv terão 500 km de autonomia. Já o modelo com 230 cv oferece 660 km. Dados da Peugeot.
A Peugeot reclama que o 5008 é o único modelo do segmento com sete lugares, com opção 100% elétrica. Concorrentes para o e-5008 incluem o Mercedes EQB, Kia EV6, Hyundai Ioniq 5 e os VW ID4 e ID5. Claro, o Tesla Model Y também está nesta lista elaborada pela Peugeot. Por outro lado, o 5008 e o e-5008 beneficiam das garantias Peugeot. Que, agora, são de 8 anos ou 160 mil quilómetros. Recordamos que este era o prazo apenas para as baterias.