No dia 10 de Setembro, abriu as portas na cidade da Guarda o «FaceBar», por iniciativa da empresária Andreia Fonte, de 35 anos.

O estabelecimento ocupa as antigas instalações da «Pastelaria Princesa», na Rua Nuno Álvares, N.º 48, rés-do-chão, junto do Mercado Municipal e da Central de Camionagem. Andreia Fonte disse ao Jornal A GUARDA que o novo café, snack-bar e salão de jogos da cidade pretende ter uma vertente fora do habitual: a solidária. “Pretendo organizar concertos de música ao vivo, passagens de modelos, entre outras actividades, e parte das receitas reverterão para instituições da cidade a definir posteriormente. A minha ideia é que a minha casa possa ter fins solidários e contribuir para apoiar quem mais necessita”, referiu. A título de exemplo, indicou que vai fazer um Cabaz de Natal “e já é certo que parte da verba obtida reverterá para uma instituição social da cidade que apoia crianças”.
O «FaceBar» serve petiscos (moelas, pica-pau, salada de polvo, pastéis de bacalhau, etc.) e refeições rápidas (sopas, hambúrgueres, tostas-mistas, baguetes, sandes, bifanas, entre outras). “As nossas tostas-mistas são feitas com pão centeio e recheio de alheira, atum, salsicha, chouriça e presunto. Todas levam alface, batata palha e um molho especial à «FaceBar». Os hambúrgueres também são diferentes do habitual pois levam ovo estrelado e a bifana também é feita com pão centeio e com ovo estrelado”, explicou a empresária. O estabelecimento serve diariamente sopas diversas e, no passado fim-de-semana, nos dias 16 e 17 de Setembro, associando-se à realização da Feira Farta, que decorreu no recinto do Mercado Municipal, serviu o tradicional caldo de grão da Guarda. De acordo com Andreia Fonte, no seu snack-bar é possível fazer uma refeição rápida (por exemplo comer uma tosta mista e beber uma bebida) por 3 euros. A casa faz promoções diárias nas bebidas e na comida.
Andreia Fonte, que antes de abrir o «FaceBar» esteve três anos como concessionária na Casa do Benfica da Guarda, mostra-se satisfeita com o balanço dos primeiros dias de funcionamento do novo espaço, referindo que, entre outros, é frequentado por quem se desloca ao mercado Municipal e à Central de Camionagem e também por alguns clientes que tinha na Casa da Benfica. “A proximidade do Mercado Municipal e da Central de Camionagem acaba por ser positiva, porque passa aqui muita gente. Noto que pessoas que se deslocam ao Mercado Municipal já aqui vêm tomar café e fazer algumas refeições rápidas. Por outro lado, algumas pessoas que se dirigem à Central de Camionagem, e que estão de passagem, também aqui entram”, disse.
O estabelecimento, que possui duas salas e disponibiliza cerca de 50 lugares sentados, funciona diariamente das 7.00 às 24.00 horas, com a presença de Andreia Fonte e de uma funcionária. Está equipado com Internet gratuita e com um ecrã gigante onde os clientes podem assistir aos jogos de futebol que são transmitidos pela televisão. Na sala de jogos existem duas mesas de snooker e jogos de setas, mas a comerciante pretende aumentar o leque de ofertas neste sector. “A minha ideia é organizar torneios de snooker e de setas, sobretudo nos meses de Inverno”, adiantou. Andreia Fonte contou ainda que escolheu o nome de «FaceBar» para o estabelecimento porque, “quando estava a procurar, com uma amiga, um nome na Internet, fiz uma pesquisa no Google e apareceu logo FaceBar e gostei”. Também justifica a escolha de Face por apostar muito na divulgação da casa através do Facebook.