Com uma visão estratégica projectada para o futuro, sempre atenta ao presente, mas nunca esquecendo o passado, a empresa Olipal, sediada no Sabugal, conta com mais de 4 décadas de existência. Apesar de um crescimento dinâmico, com forte presença nacional e internacional, a gerência garante que “mantém-se fiel às suas raízes e valores”.


A Olipal - Comércio de Máquinas e Ferramentas do Sabugal, Lda., fundada em 1977, com sede na cidade do Sabugal, dedica-se à comercialização de máquinas e ferramentas na área da metalomecânica, indústria, estruturas metálicas, serralharias ligeiras e pesadas, entre outras. A criação do negócio surgiu da necessidade de subsistência de uma família que chegou de África de mãos vazias. “A grande paixão pelas máquinas nasce de menino - montar e desmontar carros, mesmo sobrando peças… era uma aventura hilariante”, começa por recordar o proprietário e sócio-gerente da empresa, António José Xavier de Oliveira. Acrescenta que, a aposta na área do alumínio ligada à construção civil e à área industrial resultou da lacuna de um mercado de transformação e mecanização de metal pouco desenvolvido, representando, por isso, uma oportunidade de negócio. “Tudo começou no Sabugal, num espaço de 25m2, que ainda hoje se mantém como loja de venda ao público de diversos materiais para a área da construção, metalomecânica e bricolagem”, lembra. Nessa altura, de segunda a sexta-feira, António Oliveira percorria quilómetros a fio em busca da concretização de negócios e fidelização de clientes, lembrando que, “as vendas processavam-se de forma diferente, com as dificuldades inerentes à época, tanto a nível de escassez de meios, estradas, entre outros”. Aos poucos, foi descobrindo todo o país. Com o desejo de dar continuidade ao projecto familiar, face às alterações do paradigma do negócio, a adaptação às novas necessidades e exigências de mercado, foi vital. O desafio e aventura foram o conjunto de estímulos que ajudou a Olipal a sonhar e, por conseguinte, a crescer. Este foi gradual, com sustentabilidade, nunca dando “um passo maior do que a perna”. Hoje, proporcionado por uma vasta experiência na área e por uma gestão estratégica, claramente orientada para o cliente, a Olipal ocupa uma posição de liderança no mercado na área industrial em geral, com elevada notoriedade e um posicionamento de destaque na representação dos melhores equipamentos para trabalhar alumínio, ferro, PVC e inox. Além da sede no Sabugal, a empresa conta com uma filial em Ribeirão e outra em Palmela, com uma área de exposição total de 4.000m2, permitindo uma melhor divulgação e proximidade com os clientes.
A internacionalização é uma realidade actual, com presença em toda a Europa, parte da América do Sul, África do Sul, Togo, Marrocos e PALOP’s. A empresa é certificada com ISO 9001, conta já com vários prémios, atribuídos durante vários anos consecutivos, como “PME Excelência” e “PME Líder” e ainda a atribuição da “Medalha de Mérito Empreendedor do Município do Sabugal”. António Oliveira realça que estes prémios representam para ele um reconhecimento do esforço e dedicação da empresa. “Representam o fruto da forma como está a ser gerida, da qualidade e excelência dos serviços e produtos”, afirma. E acrescenta: “São ainda um reflexo do forte empenho de toda a equipa Olipal, que utiliza inteligência colectiva, com elevado sentido de responsabilidade para atingir os objectivos com maior eficácia e eficiência”. Apesar de todas as dificuldades inerentes à localização geograficamente desconcentrada, originando elevados custos associados à deslocação e escassez dos recursos humanos qualificados no Interior do país, conseguiu constituir uma verdadeira equipa profissional, uma família restrita, unidos por um objectivo comum, com rigor e disciplina e preserva a sede no Sabugal.
Actualmente conta com uma equipa de 21 colaboradores, operando sempre sobre a orientação do mesmo gestor. A Olipal é exemplo de uma empresa com origens humildes, que nunca deixou de acreditar em si e naqueles que trabalham consigo, resultando num sucesso “made in Sabugal”. A sua consolidação e melhoria contínua espelha um êxito sempre assegurado pelo sócio-gerente António Oliveira. Na sua opinião, as empresas enfrentam um dos maiores desafios de sempre. Um desafio de cultura e de clima organizacional, que é para todos uma condicionante de produtividade e de talento. Para a Olipal é essencial valorizar o lado humano. “Num mundo em constante transformação, liderar as organizações e gerir pessoas é um desafio. Um desafio que não pode ser descurado, porque são as pessoas que marcam a diferença nos negócios. As relações são e serão sempre de pessoas para pessoas”. Para o empreendedor António Oliveira, os líderes têm eles próprios que se transformar, de fazer o seu processo de reconhecimento da mudança e garantir esta bipolaridade entre o dia-a-dia e o amanhã estratégico da sua empresa. Futuramente, a Olipal pretende conhecer ainda melhor as necessidades específicas dos clientes e aperfeiçoar as suas relações empresariais. “Ter sensibilidade para fazer ver ao cliente aquilo que necessita, faz todo o sentido. É aí que o plano de crescimento de negócios tem que actuar. Clientes satisfeitos transmitem valores e são os nossos melhores vendedores”, conclui António Oliveira.