Guarda


A Câmara da Guarda laçou o concurso público internacional, com valor base de 310 mil euros, relativo à aquisição de serviços para a implementação de estruturas e equipamentos para a FIT – Feira Ibérica de Turismo 2020. A proposta foi aprovada por unanimidade, na reunião da Câmara desta segunda-feira, 27 de Janeiro.  Sobre a FIT, a vereadora do PS, Cristina Correia, considerou que era importante saber “qual o retorno” deste evento para a Guarda. Adiantou que actualmente todas as cidades estão a ganhar com o turismo, tenham FIT ou não tenham FIT”. Considerou que “os valores” em causa “são muito altos para uma feira” e também mostrou descontentamento em relação ao lugar onde se realiza. “Sou contra o local da Feira porque estragam sempre o Polis”. O presidente da autarquia considerou que a FIT é “uma aposta ganha” que a par com outros eventos, como a Feira Farta e a Cidade Natal, “dá visibilidade à Guarda”. Carlos Chaves Monteiro adiantou mesmo que “está na hora das instituições governamentais olharem de forma diferente para este projecto”. Este ano vai ser formalizado um pedido de apoio ao Turismo de Portugal pois “o Governo tem de ter uma palavra a dizer nesta Feira” que este ano tem Cuba como país convidado. Este ano a FIT acontece de 30 de Abril a 3 de Maio, no parque Urbano do Rio Diz.