A primeira da geração do A3 surgiu em 1996 e desde então, o modelo passou a ser uma referência no segmento dos automóveis compactos premium.

Agora, a quarta geração do A3 Sportback, que chegará em breve ao mercado nacional, repete a filosofia dos seus antecessores. Trata-se de um modelo desportivo, digitalizado e totalmente conectado, mantendo a aposta no design, na segurança e na qualidade.
O modelo de design desportivo está de regresso e traz uma nova grelha Singleframe, com dimensões superiores e estrutura em favo, faróis de LED de série. O Audi A3 cresceu mais 3 cm que o antecessor, tendo agora um comprimento de 4,34 metros, e mantem a largura de 1,82 metros, altura de 1,43 metros e a distância entre eixos de 2,64 metros. A volumetria da bagageira varia entre 380 e 1200 litros. No interior, destaque para o ecrã MMI tátil tem 10,1 polegadas embutido numa superfície preta de alto brilho, no centro do tablier. O habitáculo tem estilo desportivo e conta com o painel de instrumentos orientado para o condutor, a consola central com novo design e a patilha de seleção de velocidades (nas motorizações com caixa automática S tronic). O comando tátil para controlo do volume reconhece movimentos circulares e é uma novidade na gama do novo Audi A3. Uma das estreias do novo Audi A3 é a mais recente plataforma modular de infotainment MIB3, que oferece reconhecimento de caligrafia e comando por voz inteligente e em linguagem natural. Como opcionais ao ecrã de 10.1”, estão o Audi virtual cockpit plus (com ecrã com 12,3 polegadas e três modos de visualização distintos) e o head-up display. Também como opção, está o sistema de som Bang & Olufsen 3D Premium, com 15 altifalantes de alta performance com subwoofer, amplificador com 16 canais e 680 W de potência total. O novo MMI Navegação Plus oferece visualização 3D de edifícios e monumentos das principais cidades europeias e assistência personalizada de rota com monitorização dinâmica de percursos alternativos nos trajetos habituais, consoante as condições de tráfego.Entre os equipamentos de assistência à condução, conta, de série, com o Audi connect emergency & service, com pre sense front (para alerta de colisão iminente com função de travagem automática com deteção de veículos, peões e ciclistas) e aviso de saída involuntária de faixa com função de intervenção corretiva na direção. Entre os sistemas opcionais estão o adaptative cruise control, que ajuda a manter uma distância segura quanto ao veículo da frente.Em Portugal, na fase inicial de lançamento, o A3 Sportback está disponível em três níveis de equipamento – Base, Advanced e S line e quatro motorizações: duas a gasolina (1.0 TFSI com 110 cv e caixa manual de 6 velocidades e 1.5 TFSI com 150 cv e transmissão S tronic com 7 velocidades) e uma Diesel 2.0 TDI com dois níveis de potência, 110 e 150 cv, com caixa de velocidades manual com 6 relações e transmissão automática S tronic de 7 velocidades, respetivamente. A alavanca do seletor de velocidades shift-by-wire é uma novidade.O consumo combinado de combustível do 1.5 TFSI de 150 cv é de 4,8-5,1 l/100 km, aos quais correspondem emissões de CO2 no ciclo combinado de 111-116 g/km. Quanto ao motor 2.0 TDI de 116 cv, temos 3,5-3,6 l/100 km de consumo e 92-96 g/km de emissões de CO2, ambos no ciclo combinado; a variante de 150 cv apresenta consumo de combustível de 3,7-3,9 l/100 km e emissões de CO2 de 98-103 g/km.Os preços do A3 Sportback nos motores a gasolina variam entre os 28.632 € , com o motor 30 TFSI 110 cv e chegam aos 37.063 € com o motor 35 TFSI S tronic S line 150 cv. As versões a diesel começam nos 32.557 € com o 30 TDI Base 116 cv e chegam aos 43.467 € do 35 TDI S tronic S line 150 cv. Pouco depois do lançamento no mercado em Portugal, a Audi irá gradualmente alargar a oferta a mais versões de motores, incluindo sistemas mild hybrid, como no 35 TFSI S tronic, que, com recurso a um sistema elétrico de 48 V, integra uma bateria compacta de iões de lítio.