Ciclismo

A Podium e a Federação Portuguesa de Ciclismo anunciaram o adiamento da 82ª Volta a Portugal em Bicicleta, programada para decorrer entre 29 de Julho e 9 de Agosto,“Com a evolução da pandemia, nos termos propostos na revisão do plano sanitário e tendo em conta as manifestações públicas e particulares de não autorização da passagem e permanência da Volta a Portugal em Bicicleta por diversos municípios integrantes do percurso da prova, as duas entidades concluíram que não se encontram reunidas, por ora, as condições necessárias para a realização da 82ª Volta a Portugal no mês de Agosto”, explicou em comunicado, no dia 25 de Junho, a organização da Volta. O documento adianta que a Podium e a Federação Portuguesa de Ciclismo “estão neste momento a equacionar outros cenários e a procurar activamente encontrar com os seus parceiros uma data alternativa para a realização do evento ainda em 2020”.  Esta decisão foi tomada depois dos municípios de Viana do Castelo e Viseu terem anunciado a interdição da passagem da Volta a Portugal nos respectivos concelhos.Na Guarda, o presidente da autarquia mostrou disponibilidade em colaborar com a organização e tomar a decisão sobre a prova “no momento oportuno”. “Não iremos tomar qualquer decisão sem primeiro falarmos com a organização da Volta a Portugal”, disse Carlos Chaves Monteiro. Recorde-se que, este ano, a Guarda seria palco da partida de uma das etapas da Volta a Portugal em Bicicleta.Assim, a 82ª edição da Volta a Portugal em bicicleta, que estava prevista entre 29 de Julho e 9 de Agosto, foi adiada para data a determinar, devido à pandemia de Covid-19.