Mário Patrão (KTM) terminou em nono lugar a edição 2020 da Baja Portalegre 500,

marcada pelas más condições atmosféricas que levaram a organização a anular o terceiro SS e a reduzir o quarto SS a 79 km, para evitar as ribeiras que tinham levado à anulação do primeiro SS para os carros.Sétimo no SS de abertura (3,36 km), Mário Patrão desceu para o 12.º lugar da geral no final do primeiro dia de competição, depois de ter alcançado idêntica posição no SS (75,31 km), para no segundo dia da competição, e apesar do SS (79,00 km) ter sido encurtado, ganhar três posições e subir ao nono lugar da geral para terminar a escassos seis segundos de Micael Simão (KTM), e a 13’42” de Sebastian Buhler (Hero) vencedor pela terceira vez consecutiva da prova alentejana.