Depois de oito meses de ausência ao terreno e às competições, com vista à recuperação do acidente sofrido no Rali Dakar,

Mário Patrão regressou ao pódio no Serres Rally, na Grécia. O piloto de Seia conquistou o terceiro lugar da Classe T3 e o quinto lugar absoluto entre um total de 88 classificados de diversas nacionalidades numa jornada pontuável para a Taça Europeia FIM e uma das mais importantes provas de navegação a Roadbook que se disputam na Europa.
Mário Patrão, a conduzir a sua KTM, realizou as sete etapas e 1267 km de forma consistente e no final, afirmava: “Esta prova teve um sabor mais que especial tendo em conta as condições em que cheguei. A lesão está tratada, mas falta muito treino físico, provas e confiança para voltar ao ponto que estava. Foram sete dias muito duros, muitas horas de navegação, alguns erros cometidos, algumas lições tiradas, mas no final alcancei o terceiro lugar da minha classe. Foi uma prova com roadbooks difíceis e exigentes, mas fui ganhado confiança quilómetro a quilómetro e o ritmo foi-se tornando cada vez mais competitivo. Foi uma corrida muito desafiante, mas o meu objetivo sempre foi trabalhar com afinco para deixar os meus patrocinadores orgulhosos”.