Depois do Rali Terras d’Aboboreira, que decorreu no último fim de semana, a ARC Sport prepara-se para enfrentar o Campeonato de Portugal de Ralis de forma confiante.

João Barros e António Costa voltaram a subir ao pódio na prova do Clube Automóvel de Amarante, com um regresso prometedor ao volante do Skoda Fabia R5.
Apesar de não pontuarem para o CPR nesta prova, Ricardo Teodósio e José Teixeira tiraram conclusões positivas neste teste de longa duração e continuam a liderar o CPR 2019. Pedro Almeida e Nuno Almeida voltaram a demonstrar que podem contar com eles no panorama dos ralis nacionais, enquanto Luís Rego Jr. e Jorge Henriques, campeões dos Açores, fizeram a sua estreia por terras d’Aboboreira, trocando o Skoda Fabia R5 por um Ford Fiesta, para ganhar experiência em provas do CPR. Apenas Miguel Correia e Pedro Alves, em jornada de azar, não chegaram a partir para a prova, já que o Ford Fiesta R5 acabou por arder por completo após a saída.