As 24 horas do Algarve, prova extra do Troféu C1 Learn & Drive, aconteceram este fim de semana no circuito de Portimão.

Responderam à chamada 21 equipas, uma delas vinda diretamente de Inglaterra, dando um toque internacional à prova, a última deste primeiro ano do Troféu que chegou a reunir, precisamente no Autódromo Internacional de Portimão, quase 50 Citroen C1.
Com algumas alterações ao regulamento que acompanhou as três provas de seis horas do Troféu C1, e ainda que fora das contas do Troféu, a competição fez, naturalmente, parte de mais esta prova até à última das 506 voltas percorridas pela equipa vencedora, durante as 24 horas. Um verdadeiro desafio de endurance aceite por algumas equipas do Troféu C1, mas com várias novidades, desde pilotos estreantes, aos Pilotos de Gt’s, incluindo algumas uniões de equipas.
Na equipa Escape Livre / Razão Automóvel, três novos pilotos quiseram agarrar a oportunidade: Carlos Esteves, gerente da oficina First Stop Pneu Directo, Pedro Matos, responsável da oficina SportClasse, e Frederico Viegas, agora o piloto mais jovem da equipa e que embora mais habituado ao todo terreno, também revelou boas aptidões no asfalto. A equipa não contou com Francisco Carvalho, que por motivos de saúde foi dando o seu contributo à distância.
Apesar de ter sido uma corrida de 24 horas, foi um sprint constante com a classificação a sofrer frequentes alterações ao longo do dia, e da noite. Foi, aliás, durante a noite, com temperaturas mais amenas, que se verificaram os melhores tempos. No final, a Termolan venceu com o Team Nata a apenas 49 segundos e a G-Tech a mais de um minuto. Na categoria AM, apenas uma volta separou 1º e 2º, Central Mensageiro e OutSCOPE, respetivamente. Em 3º lugar ficou a Autocloche. Em pista, grandes lutas sem incidentes e percalços não previstos, como o da equipa GMBM que em menos de 1 hora partiu quatro jantes, vendo-se forçada a desistir depois de estar em 1º lugar. Também em 1º lugar e com a volta mais rápida esteva a equipa PUMA/OnRising, que já depois de 23 horas de corrida acabou por desistir com problemas na direção. Nas boxes, e como habitualmente, reinou o convívio, a boa disposição, o bom ambiente e a entreajuda entre todos.
A equipa Escape Livre / Razão Automóvel, apoiada pelas oficinas First Stop, Intermarché da Guarda, QF e Overlay, saiu da grelha de partida no 1º lugar da categoria AM e 10º da geral, mas um acidente logo na segunda volta obrigou de imediato a uma reparação que levou 18 minutos, atirando a equipa para o final da tabela. Ainda assim, manteve-se em prova e com o empenho de todos e uma gestão exemplar, conseguiu recuperar posições, terminando as 24 horas em 12º lugar da geral.
O Troféu C1 voltou a cumprir mais uma etapa, a mais dura até então e provavelmente a última deste ano. Em 2020 o Troféu C1 Learn & Drive está de regresso e, garantidamente, com novidades.