Jornadas Europeias do Património


O património do Castro do Jarmelo, no concelho da Guarda, vai estar em destaque nas Jornadas Europeias do património, que vão decorrer nos dias 22, 23 e 24 de Setembro, com o tema “Património e Natureza”. O programa delineado pela Associação Cultural e Desportiva do Jarmelo (ACDJ) inclui actividades a realizar no domingo, dia 24 de Setembro. Pelas 17.00 horas realiza-se uma palestra com o tema “Castro do Jarmelo - Da Natureza se faz o Património”, que será proferida pelo Professor Fernando Carvalho Rodrigues. Uma hora depois, realiza-se um espectáculo musical, concebido pelo grupo de música tradicional “Gaiteiros da Beira”. O presidente da direcção da ACDJ, Isidro Almeida, referiu ao Jornal A GUARDA que “o Professor Carvalho Rodrigues foi convidado por duas razões principais. Primeiro, porque gostaríamos de contar com a presença de alguém que ligado às ciências, tivesse uma leitura global do universo, capaz de relacionar o que de mais simples a natureza contêm com o que de mais complexo se procura conhecer. Alguém que através do seu conhecimento relacionasse a natureza com o património, seja ele material ou imaterial. Segundo, por ser um filho das nossas terras que embora se detenha sobre o conhecimento de temas universais nunca deixou de se relacionar com as gentes da sua terra (Casal de Cinza) bem como com o Jarmelo. Ao longo dos anos foram frequentes as suas visitas ao Alto do Jarmelo, visitando a nossa Casa Museu, ou simplesmente passeando com a sua família e amigos, respirando o ar da história e estórias desta antiga vila”.
O tema deste ano das Jornadas Europeias do Património é “Património e Natureza” e a actividade promovida pela ACDJ denomina-se “Da Natureza se faz o Património”. “Esta denominação prende-se com o facto do Castro do Jarmelo estar localizado num monte onde a natureza se relaciona intensamente com o património, mas também por ser evidente ter sido a natureza a fornecer as matérias-primas para que os nossos antepassados ali, estrategicamente, se instalassem edificando o Castro do Jarmelo, hoje património classificado”, justificou Isidro Almeida.