Guarda | Exposições

‘Paganus’ de João Henrique Pires, com curadoria de Vitor Freitas, na Torre de Menagem; ‘Bruto’ de Agostinho Santos com curadoria de Valter Hugo Mãe, mostra tripartida pela Bibliotecas Municipal Eduardo Lourenço, Museu da Guarda e Capela dos Póvoas; e ‘O Tempo das Mulheres’ de Alfredo Cunha, na Galeria de Arte do Teatro Municipal da Guarda, são as exposições que vão abrir na Guarda, em Abril.De 6 de Abril a 23 de Maio, a Torre de Menagem recebe a exposição ‘Paganus’ – um exercício sobre a condição humana’ de João Henriques Pires, com curadoria de Vítor Freitas. A exposição, realizada no âmbito do programa BOLSEI-ARTE de apoio à experimentação artística, promovido pelo Aquilo Teatro CRL e a empresa 02S – Engenharia e Construção, Lda, em parceria com o programa Incentiv[ART] – Incubadora de projectos artísticos, implementado pelo Município da Guarda.‘Bruto’, de Agostinho Santos, com curadoria de Valter Hugo Mãe, estará patente de 8 de Abril a 16 de Junho, na BMEL, Capela do Solar dos Póvoas, Museu da Guarda. Com mais de 300 peças artísticas (pinturas, objectos, esculturas e livros de artista) distribuídas por vários equipamentos culturais, a exposição apresenta-se, desde logo, como um roteiro pelo centro Histórico da Guarda. De 9 a 23 de Abril, a Galeria de Arte do TMG recebe a exposição ‘O Tempo das Mulheres’ de Alfredo Cunha. Esta grande exposição comemora 50 anos de carreira deste fotógrafo, cuja temática celebra a condição feminina através de imagens captadas em vários contextos, revelando a beleza, a sensibilidade e a importância das mulheres em múltiplos contextos sociais à escala planetária. Esta exposição contempla as melhores fotografias de um conjunto de 400 imagens recolhidas em mais de 20 países ao longo de 50 anos.