Museu da Guarda


O Museu da Guarda inaugura no dia 2 de Fevereiro, sexta-feira, pelas 18.00 horas, a exposição de pintura “Da figuração à abstracção: fragmentos de um percurso”, de Mário Rita, (Museu), e a exposição de fotografia “Outros olhares de Filipa Scarpa”, de Filipa Scarpa (Galeria d’Arte do Paço da Cultura). Natural de Silves, Mário Rita completou o Curso de Artes Gráficas na Escola de Artes Decorativas António Arroio e obteve licenciatura em Artes Plásticas / Pintura na Faculdade de Belas Artes de Lisboa.
Mário Rita expõe regularmente desde 1983 e a sua obra foi conquistando reputação nacional e internacional através de vários prémios que a têm vindo a distinguir.
Filipa, como prefere ser chamada, começou como galerista de arte, cursou pintura em azulejo séc. XVII, e é uma autodidacta. Tem duas enormes paixões, a primeira, a fotografia a segunda os seus cães. Começou a interessar-se pela fotografia há 13 anos; hoje, os muitos prémios recebidos em Portugal e no estrangeiro dão-lhe o incentivo para continuar a fazer mais e melhor. Duas medalhas de ouro e duas de bronze, pelas PSA, Photographic Society of America Society of America, e FIAP, Federation Internationlale l’Art de Photographique, nomeada fotógrafa Equestre do ano em 2014, pela FEI, e uma Menção Honrosa no concurso internacional Sony World Photography Awards 2014, são alguns dos destaques mais importantes, sendo que para a fotografa, todos os prémios são importantes, porque a fizeram crescer.