Teatro Municipal da Guarda


“Guarda Mulher” e “Mulheres com Alma” são as exposições de fotografia do fotojornalista Miguel Silva que estão patentes ao público, na Galeria de Arte do Teatro Municipal da Guarda.
“O território da Guarda, seja ele concelho ou distrito, é detentor de um vastíssimo património, natural, arquitectónico e cultural, que se tem vindo a destacar ao nível turístico, atraindo cada vez mais apreciadores de novas experiências, onde o contacto com a comunidade e suas tradições é factor de atracção”, explica a autarquia. E acrescenta: “É, portanto, imperativo a aposta, por parte dos agentes locais, na preservação e potencialização deste valioso património, perpetuando de igual modo a memória colectiva das gentes e das comunidades”.
A Exposição “Guarda Mulher” e “Mulheres com Alma” enquadra-se na estratégia definida pelo Municipio da Guarda, com vista á valorização das pessoas.
Integrada no quadro de cooperação intermunicipal, no âmbito da candidatura “Guarda 2027 – Candidata a Capital Europeia da Cultura”, a exposição une dois concelhos, Guarda e Pinhel, através da figura feminina e tudo o que ela representa.
“Mulheres anónimas, mães, avós, rostos de vidas simples e que carregam experiências de vida nem sempre fáceis. Mulheres do campo, com mãos cheias de estórias e de sorrisos largos, que guardam na memória saberes de um valioso património cultural” adianta a autarquia.
O Município da Guarda, em parceria com o Município de Pinhel, prestam esta simbólica homenagem, através da linguagem fotográfica, a 70 mulheres: 27 mulheres de Pinhel e 43 mulheres da Guarda. Está retratada uma mulher por cada freguesia.
Miguel Silva, fotojornalista natural de Lisboa, apresenta um trabalho de 70 retractos e o mesmo número de estórias, contadas na primeira pessoa, de saberes e tradições, de dificuldades e lutas diárias, de risos e lágrimas, de quem tem saudades de tudo ou de nada.
Esta exposição, que foi inaugurada no dia 23 de Fevereiro, pode ser visitada até 27 de Abril.