Centro de Estudos Ibéricos

Estão abertas as candidaturas ao Concurso de Fotografia “Transversalidades – Fotografia sem Fronteiras”, uma iniciativa do Centro de Estudos Ibéricos. Os interessados em participar na nona edição deste concurso podem fazer a inscrição até 6 de Maio de 2020.O projecto Transversalidades – Fotografias Sem Fronteiras teve início em 2011 com os objectivos de aproveitar o valor estético, documental e pedagógico da fotografia para valorizar territórios com menos visibilidade e de fomentar o diálogo entre territórios, pessoas e instituições pessoas e instituições que se encontram dispersas pelas amplas geografias do planeta. As imagens recolhidas no âmbito deste concurso documentarão a diversidade de territórios, sociedades e culturas de diferentes continentes, agrupadas nos seguintes temas: Património natural, paisagens e biodiversidade; Espaços rurais, agricultura e povoamento; Cidade e processos de urbanização; Cultura e sociedade: diversidade cultural e inclusão social.A edição de 2019 do Concurso Transversalidades – Fotografia sem Fronteiras alcançou resultados quantitativos e qualitativos expressivos, que atestam a maturidade e valia da iniciativa: foram submetidos mais de 800 portefólios provenientes de 70 países. Daqui resultaram duas Exposições e um catálogo que contemplaram não apenas as fotografias premiadas, mas também outras imagens que se traduziram num simbólico atlas visual do mundo em mudança.“O Centro de Estudos Ibéricos (CEI) continua apostado em reforçar o eixo cultural e científico organizado por Coimbra, Guarda e Salamanca e, através dum envolvimento activo na cooperação territorial, comprometido com os territórios de baixa densidade, particularmente os mais periféricos e de fronteira. Partindo destas referências e da importância que a imagem assume nas sociedades contemporâneas, o projecto Transversalidades: Fotografia sem Fronteiras recorre à fotografia como meio de promover a inclusão dos territórios e romper com processos de exclusão a que são votadas pelos media vastas áreas do planeta”, refere o regulamento do concurso.