Iniciativa decorre na Guarda, Almeida e Foz Côa

Os municípios da Guarda, Almeida e Foz Côa promovem, de 3 a 5 de Setembro, a primeira Caravana Literária – Festa da Literatura e do Pensamento. A iniciativa, que se realiza no âmbito da candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura em 2027, é um projecto itinerante anual que, nesta edição, presta homenagem ao filósofo e ensaísta Eduardo Lourenço. O programa integra testemunhos e três conferências sobre a poesia na contemporaneidade e os concertos de Sérgio Godinho e o Rap Global por MAZE e Boaventura de Sousa Santos.Na primeira edição a figura e o pensamento de Eduardo Lourenço serão transversais aos três dias da Caravana Literária, nesta homenagem que arranca na sexta-feira, dia 3 de Setembro, na Guarda, viaja até Almeida no segundo dia, 4 de Setembro, e termina, domingo, dia 5, em Foz Côa.Com um programa recheado, onde se incluem debates, tertúlias e performances poéticas, destacam-se os momentos mais simbólicos desta Caravana Literária, onde a poesia vai ser dita por poetas, atores e músicos. Haverá sempre música ao final da tarde, em cada uma das localidades.Para o primeiro dia do evento, na Guarda, estão previstos vários momentos culturais, com destaque para a realização da Mesa-redonda “Mitos da Europa e poéticas da modernidade”, com a participação de Nuno Júdice, António Carlos Cortez, Rosa Oliveira e moderação de João Rasteiro. Segue-se, à tarde, uma Performance poética, com textos de Camões, Pessoa e Sophia. A primeira conferência do evento está marcada para as 16.00 horas e versará sobre “A paisagem equatoriana na poesia de João Cabral de Melo Neto”.O primeiro dia da Caravana Literária encerra com um concerto de Sérgio Godinho.Dia 4, sábado, a caravana ruma até Almeida, sede do concelho da terra natal de Eduardo Lourenço (S. Pedro de Rio Seco), para um dia preenchido com diversas iniciativas de homenagem. Nesse dia será inaugurado o painel evocativo ao poeta e ensaísta pela mão da artista Graça Morais, bem como o Largo Eduardo Lourenço. A conferência do segundo dia terá como tema “Poesia: imaginar é possível. (Notas sobre a poesia hoje.)”. O programa termina com vários momentos musicais e performances poéticas que marcarão o ritmo e a intensidade com que as gentes de Almeida querem homenagear o grande pensador.O último dia da primeira edição da Caravana Literária acontece no domingo, dia 5, em Foz Côa, onde terá lugar a última conferência com o tema “Eduardo Lourenço leitor de poesia”. Será também realizada uma Leitura homenagem pelos poetas. A primeira edição da Caravana literária encerra com um concerto Rap Global por MAZE e Boaventura de Sousa Santos.De acordo com a organização “a Caravana Literária é um projecto mais amplo e que não se esgota na candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura em 2027”. O objectivo é o de envolver os 17 municípios que integram o projecto num núcleo intermunicipal de cooperação em iniciativas de âmbito cultural.