Eleições Europeias

O PS ganhou as Eleições Europeias no distrito da Guarda com 35,73% dos votos (19.508 votos), de acordo com os resultados da Direcção-Geral de Administração Interna. A Aliança Portugal do PPD/PSD-CDS/PP conseguiu 35,13% (19.179 votos). O MPT conseguiu o terceiro lugar no distrito, com 5,9% dos votos (3.223 votos) e o PCP-PEV (CDU - Coligação Democrática Unitária) ficou em quarto lugar, com 5,43% (2.962 votos), o BE obteve 2,92% (1.595 votos), o PCTP/MRPP obteve 1,29% (703 votos), o PAN arrecadou 1,21% (662 votos), o L obteve 1,08% (588 votos), o PND registou 0,97% (528 votos), o PTP 0,60% (328 votos), o PPM 0,52% (286 votos), o PPV 0,40% 216 votos e o MAS obteve 0,35% (190 votos). Foram registados 4,18% (2.281) votos em branco e 3,72% (2.029) votos nulos.

No distrito da Guarda o PS ganhou as eleições por uma margem de 329 votos em relação à coligação PPD/PSD/CDS-PP. A abstenção rondou os 67,10%, tendo votado 54.593 dos 165.960 eleitores inscritos.

No concelho da Guarda os resultados foram os seguintes: PS 32,40% (4.444 votos), PPD/PSD-CDS/PP 31,97% (4.385 votos), MPT 7,05% (967 votos), PCP-PEV 6,63% (910 votos), BE 4,77% (654 votos), PAN (2,12%) 291 votos, PCTP/MRPP 1,95% (268 votos), L 1,56% (214 votos), PND 0,83% (114 votos) e PPV 0,69% (95 votos), PTP 0,58% (80 votos), PPM 0,55% (76 votos), MAS 0,36% (50 votos), PNR 0,34% (46 votos), POUS 0,15% (21 votos), PDA 0,13% (18 votos), brancos 3,59% (492 votos) e nulos 4,32% (593 votos).

O PS ganhou nos concelhos de Guarda, Seia (PS 38,70%, PPD/PSD-CDS/PP 29,80%), Manteigas (PS 39,52%, PPD/PSD-CDS/PP 28,17%), Celorico da Beira (PS 39,53%, PPD/PSD-CDS/PP 34,43%), Fornos de Algodres (PS 42,87%, PPD/PSD-CDS/PP 34,26%), Aguiar da Beira (PS 42,20%, PPD/PSD-CDS/PP 41,64%), Trancoso (PS 37,95%, PPD/PSD-CDS/PP 37,52%), Vila Nova de Foz Côa (PS 39,34%, PPD/PSD-CDS/PP 37,34%) e Figueira de Castelo Rodrigo (PS 42,39%, PPD/PSD-CDS/PP 35,55%),

A Aliança Portugal PPD/PSD-CDS/PP venceu em Gouveia (PPD/PSD-CDS/PP 36,42%, PS 34,97%), Mêda (PPD/PSD-CDS/PP 39,99%, PS 31,96%), Pinhel (PPD/PSD-CDS/PP 44,70%, PS 28,49%), Almeida (PPD/PSD-CDS/PP 41,25%, PS 30,68%) e Sabugal (PPD/PSD-CDS/PP 37,56%, PS 33,71%).

O PS foi o partido mais votado a nível nacional, vencendo as Eleições Europeias de domingo, dia 25 de Maio, com uma margem inferior a 4 pontos percentuais sobre a Aliança Portugal (PPD/PSD-CDS/PP). A abstenção ficou acima dos 66%, atingindo o valor mais alto de sempre em eleições em Portugal.

Os resultados indicam a eleição de 7 deputados para o PS (31,45%), 6 para a Aliança Portugal PSD/CDS-PP (27,71%), 2 para o PCP-PEV, (12,68%), um para o MPT (7,15%) e outro para a BE (4,56%), faltando atribuir 4 dos 21 mandatos de Portugal no Parlamento Europeu, que dependem dos resultados no estrangeiro.