Programa Tradições da EDP

“Papachurra”, projecto apresentado pela Associação ‘O Genuíno Cobertor de Papa’, é um dos vencedores da 4ª edição do ‘Tradições’ da EDP, um dos mais importantes programas de apoio à cultura popular portuguesa. Da região da Guarda também são vencedores os projectos “Memórias e Tradições do Estrela Geopark Mundial da UNESCO” e “Os Barrocos” da Olaria. Os projectos foram seleccionados num total de 68 candidaturas e vão receber apoio financeiro para poderem desenvolver iniciativas que contribuam para preservar e promover estas tradições ancestrais em risco de desaparecimento.O Papachurra promove a produção de cobertores, em Maçainhas, feitos com lã de uma raça de ovelhas em risco de extinção, na Serra da Estrela.Maria do Céu Reis, Presidente da Associação ‘O Genuíno Cobertor de Papa’, com sede em Maçainhas, concelho da Guarda, está radiante com o prémio do Programa Tradições da EDP, no valor de quase 40 mil euros, a que os parceiros juntam mais 20 mil euros. “Um dos pontos do projecto tem a ver com a certificação do Cobertor de Papa e, com este projecto aprovado, vamos, finalmente, conseguir um dos objectivos há muito pretendido”, disse Maria do Céu Reis ao Jornal A GUARDA. E acrescentou: “Vão ser dois anos de muito trabalho para dar visibilidade a uma arte que começa com a recolha da lã das ovelhas, junto dos pastores e termina com a promoção e venda do genuíno Cobertor de Papa”. O projecto “Papachurra” quer preservar, revitalizar e promover o potencial económico da produção deste artigo tradicional. Esta produção é essencial para a preservação das raças autóctones (ovelhas churras) que fornecem a matéria-prima e que se encontram, actualmente, em risco de extinção. Genuinamente artesanal, este cobertor constitui um produto cada vez mais valorizado nos mercados urbanos e globais e pode ser um elemento determinante para a criação de emprego e atracção turística da região, envolvendo a comunidade, os artesãos e a indústria de lanifícios.“Memórias e Tradições do Estrela Geopark Mundial da UNESCO”, da Associação Geopark Estrela, é outro dos projectos premiados. A transumância, a produção do cobertor de papa e a produção de burel são três importantes tradições dos municípios de Seia, Guarda e Manteigas que este projecto quer promover através de workshops e sessões de partilha da sabedoria popular. Além disso, pretende desenvolver produtos de promoção numa exposição itinerante alusiva ao tema “Memórias da Estrela”.A Associação de Artesãos da Serra da Estrela também viu aprovado o projecto “Os Barrocos” da Olaria. Recriar a arte da olaria em extinção, em Paranhos da Beira e Carvalhal da Louça, é o mote deste projecto na região de Seia. Os promotores pretendem assim criar um centro de recuperação da olaria local, com oficinas e centros de formação, para levar a população a experimentar esta arte e também para formar oleiros.Também foram escolhidos os projectos: Escolinha da Seda (Município de Freixo de Espada à Cinta), Voltar aos Bailes Mandados (PédeXumbo), Roteiros de Saberes e Sabores (Sociedade Instrução e Recreio de Lares), Requalificação do Linho Artesanal (AFURNA), Casa da Memória (CM Sines), Artes Tradicionais da Festa dos Tabuleiros (CM Tomar), Festas do Império do Divino Espírito Santo de Alenquer (CM Alenquer). Os apoios nesta edição, num total de 213 mil euros, envolvem iniciativas e tradições típicas de diferentes regiões portuguesas.