Concurso de Vinhos da Beira Interior realizado na Guarda Produtores da região submeteram 72 vinhos a concurso O 7.º Concurso de Vinhos da Beira Interior realizado nos dias 13 e 14 de Junho, na Guarda, por iniciativa da Comissão Vitivinícola Regional (CVR) da Beira Interior, do NERGA - Associação Empresarial da Região da Guarda e do NERCAB - Associação Empresarial de Castelo Branco, contou com a participação de 72 vinhos. O evento, organizado com a finalidade de promover a qualidade dos vinhos produzidos na região da Beira Interior, decorreu nas instalações do futuro Museu de Arte Sacra, na Guarda, onde se apresentaram 72 vinhos (46 tintos, 20 brancos, 4 espumantes e 2 rosés), em representação de mais de 25 produtores e outros agentes económicos da região. À semelhança do ocorrido no ano anterior, o concurso teve dois dias de provas e o júri, composto por enólogos, escanções, membros das câmaras de provadores e representantes de outras comissões vitivinícolas, foi presidido por Aníbal Coutinho, prestigiado crítico de vinhos e autor de diversos livros publicados nesta área. Os vinhos premiados no 7.º Concurso de Vinhos da Beira Interior serão conhecidos no dia 28 de Junho, durante um jantar de Gala, a realizar no Picadeiro d´El Rey, na vila de Almeida. De acordo com Rodolfo Queirós, técnico da CVR da Beira Interior, a região “vem ano após ano a consolidar a sua presença no mercado nacional, onde aumentou as vendas 16,3 % no último ano e, no internacional onde cresceu 21 % em 2013”. O responsável indicou ao Jornal A Guarda, durante a realização de mais um concurso de vinhos da Beira Interior, que no ano passado foram vendidos 3,2 milhões de garrafas de vinho da região, no país e no estrangeiro, e que o aumento das vendas “é devido ao trabalho de promoção no país e fora de Portugal, como nos Estados Unidos da América, no Reino Unido, no Brasil, em Angola e na Suíça”. As previsões para o ano de 2014 apontam para “um aumento das vendas”, tanto no mercado nacional como internacional. Refira-se que a CVR da Beira Interior, que abrange as zonas vitivinícolas de Castelo Rodrigo, Cova da Beira e Pinhel, tem actualmente 45 produtores de vinho, sendo 40 particulares e 5 Adegas Cooperativas. Na sessão de abertura do concurso, o vice-presidente da Câmara Municipal da Guarda, Carlos Chaves Monteiro, valorizou a sua realização na cidade e destacou a importância do sector vinícola para o concelho. O autarca falou da ligação entre a produção de vinho e o turismo, dizendo que “é um sector que deve ser dinamizado e o vinho é um veículo importante nessa dinamização”.