A cooperação entre o Instituto Politécnico da Guarda e a Universidade Metodista de São Paulo (Brasil)

pode ser alargada a outras áreas, para além das definidas no protocolo assinado há alguns anos.
Na passada semana o Prof. Laercio Bento, daquela universidade brasileira, visitou o Politécnico da Guarda com vista “a conhecer melhor as áreas que aqui são conhecidas aos alunos e contatar alguns professores, com o objetivo de saber do seu interesse em colaborar com novos projetos”.
Pedro Cardão, Vice-Presidente do IPG, considerou que o protocolo assinado com esta universidade brasileira é dos mais ativos, embora centrado na área do turismo e hotelaria.
Pretende-se, agora, alargar essa cooperação a outras áreas, nomeadamente ao nível da gestão, do marketing, da gestão dos recursos humanos; áreas comuns com as da referida universidade.
Laercio Bento disse ter ficado com “uma impressão muito boa sobre o Instituto Politécnico”, evidenciando “os seus cursos, os seus planos”. Na sua perspetiva é fundamental a cooperação pois “nós só podemos crescer se discutirmos os nossos problemas em comum”.
Depois de acrescentar que a integração dos alunos brasileiros se tem feito com muita facilidade, referiu-nos que vê como “muito boa a opção do estudante brasileiro que queira vir para Portugal; boa opção tanto em áreas como em nível de conhecimento”.