Política – PPD/PSD

A Comissão Política Distrital do PSD da Guarda aprovou, “por expressiva maioria”, o apoio ao candidato Paulo Rangel, nas eleições directas agendadas para o próximo dia 4 de Dezembro. A decisão saiu da reunião que a Distrital da Guarda do PSD realizou, no dia 2 de Novembro, onde também foi debatida a “situação política actual”.Após reflexão e debate construtivo acerca das próximas eleições internas, a Comissão Política Distrital aprovou, por expressiva maioria, manifestar o apoio ao candidato Paulo Rangel. A Comissão Política Distrital diz, em comunicado, que a decisão de apoio a Paulo Rangel “não invalida a liberdade de voto de qualquer estrutura ou militante do PSD do distrito da Guarda”.  O documento adianta que “a Comissão Política Distrital apelou também a uma forte mobilização no próximo acto eleitoral, capaz de mobilizar o PSD e para que se trilhe um novo caminho: o caminho da união, pois Portugal precisa de um PSD forte, unido e determinado, porque os portugueses já tiveram a má experiência nos últimos seis anos da desgovernação duma geringonça que tornou Portugal mais pobre, mais desequilibrado e com pouco ou nenhum respeito pelos territórios de baixa densidade”.A Comissão Política Distrital do PSD da Guarda considera que “Portugal precisa de um novo tempo e de políticas publicas que provam a coesão territorial”.