Vigário Geral da Diocese preside à Missa da Festa

Todos os anos, no dia 8 de Setembro, o Santuário de Nossa Senhora da Alagoa, em Argomil, concelho de Pinhel, recebe romeiros de toda a região que participam nas celebrações religiosas. Este ano, devido à pandemia provocada pela Covid19, o programa teve de ser reajustado.O pároco do lugar, padre Delfim Pires, adiantou ao Jornal A GUARDA, que vai presidir “à tradicional Missa dos peregrinos, ao início da manhã, às 10.00 horas”, estando prevista também a Missa da Festa, às 13.00 horas, e que “será ao ar livre” e com todas as regras de segurança. A celebração “será presidida pelo vigário geral da Diocese, padre Manuel Matos, um filho da terra, também ele devoto da Nossa senhora da Alagoa”.“Este ano não haverá procissões e, por isso, teremos muito menos gente” explicou o padre Delfim Pires. A pensar nos peregrinos que todos os anos acorrem à romaria, o pároco celebrou missa, no último domingo, 30 de Agosto, em Argomil, e reuniu com os mordomos. A devoção das gentes desta localidade concentra-se na Senhora de Alagoa e na ermida de sua invocação, situada no lugar de Argomil. Na base da edificação da capela está uma lenda que fala de uma pequena pastora e de uma imagem da Virgem que a ajudou a sair de aflitiva situação, após ter caído à lagoa. Depois de o pároco de Pera do Moço ter confirmado a veracidade da história, a imagem foi conduzida para aquela aldeia, só que desapareceu misteriosamente, vindo a ser encontrada no primitivo lugar.