CERCIG investe 5 milhões de euros em três projectos sociais na Guarda


A CERCIG – Cooperativa de Solidariedade Social está a investir 5 milhões de euros na Guarda em tês projectos destinados a habitação colaborativa, a Estrutura Residencial para Pessoas Idosas em Maçainhas-Guarda e a alojamento de emergência e transição.
Com estes projectos serão apoiadas cerca de 200 pessoas e criados mais de 30 postos de trabalho directos.
“As três grandes obras que estão em curso são mais do que simples empreendimentos físicos, são testemunhos tangíveis do poder da compaixão e do compromisso”, explica a CERCIG na página online da instituição.
As obras de reabilitação do edifício da antiga “Pensão Guardense”, que será adaptado a “Alojamento Urgente e Temporário”, já estão em curso. Este equipamento é comparticipado em 1.267 mil euros pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), e pretende alojar cerca de 30 mulheres e crianças vítimas de violência doméstica, imigrantes e refugiados.
A obra, que foi a concurso em Julho do ano passado, foi adjudicada à empresa “Construções Isidro Pires da Silva, Lda”, pelo valor de 924 mil e 845 euros e tem um prazo máximo de conclusão de 15 meses. Com esta iniciativa, a CERCIG pretende contribuir para a inclusão social, protecção e autonomização das pessoas em situações de risco e emergência. Esta resposta especializada em alojamento de emergência tem como objectivo garantir uma adequada protecção social e proporcionar uma solução habitacional temporária para pessoas que se encontram em situações de risco iminente ou que foram vítimas de acontecimentos excepcionais ou imprevisíveis.
A construção da Estrutura Residencial para Pessoas Idosas em Maçainhas-Guarda, também já está a decorrer e terá capacidade para 44 utentes, acompanhada de um Centro de Dia com capacidade para 15 utentes e um Serviço de Apoio Domiciliário com capacidade para 52 utentes. Esta nova estrutura irá fornecer uma resposta integrada para um total de 111 pessoas.
A criação do primeiro modelo sustentável de habitação colaborativa no Distrito da Guarda é outra das apostas da CERCIG. Este projecto tem capacidade para 54 pessoas viverem “num conceito de partilha e entreajuda, com hortas comunitárias, jardins, circuito de manutenção, ginásio, lavandarias, salas polivalentes, veículos eléctricos partilhados e muito mais”.
 A CERCIG dá conta de que “este projecto conta com a maior classificação de sempre no CLAS da Guarda e com um apoio fantástico do Município da Guarda e seus técnicos”. E acrescenta: “A CERCIG está empenhada em desenvolver uma solução habitacional inovadora, sustentável e inclusiva, que possa servir de modelo para outras comunidades”.
Recorde-se que a CERCIG foi fundada em 21 de Julho de 1977, com sede no Parque da Saúde da Guarda. É uma cooperativa de carácter assistencial, sem fins lucrativos e Instituição de Utilidade Pública desde 1983.