A Universidade do Minho e o Município de Almeida assinam um protocolo para investigar a Fortificação Abaluartada de Almeida. O acordo promoverá a realização de estudos, projectos, estágios e intercâmbio, tendo como campo de trabalho o forte quinhentista de Almeida.

António Cunha, reitor da Universidade do Minho e António Batista Ribeiro, presidente da Câmara Municipal de Almeida, procederam à assinatura de um protocolo de colaboração entre as duas entidades, tendo como finalidade realizar actividades de índole académica, técnica, científica e cultural, relacionadas com a Fortificação Abaluartada de Almeida.
Neste âmbito, será empreendido um conjunto de actividades de cooperação que abrangem áreas como a investigação e a docência, ao nível da graduação e pós-graduação; a cooperação técnica, incluindo planeamento, estudos e projectos; a realização de estudos e projectos de interesse comum, com a criação de equipas mistas de trabalho, de modo a candidatá-las a projectos de financiamento; e o intercâmbio de documentação e informação.
Ao abrigo deste acordo, a Universidade do Minho promoverá a participação dos seus alunos em estágios curriculares relacionados com a Fortificação Abaluartada e desenvolverá esforços para implementar protocolos alargados a outras instituições.