FórumInquéritosO TempoAgendaFarmáciasFutebolClassificadosArquivoContactosAssinaturasFicha Técnica

 

A Guarda

Semanário Católico Regionalista

 
 
 
 

Subscrever RSS
Pesquisa

Pesquisa Avançada »


Subscreva os rss

 
Edição de 10-04-2014
Casa Véritas Publicidade

 

 

Arquivo: Edição de 03-03-2011

SECÇÃO: Guarda

Guarda

foto
Câmara aprovou objectivos operacionais para este ano

O Executivo da Câmara Municipal da Guarda aprovou na última reunião, realizada na terça-feira, dia 1 de Março, os objectivos operacionais da autarquia para o ano de 2011 que, entre outros aspectos, contemplam a redução das despesas com energia da rede pública, de trabalho extraordinário, a eficiência e qualidade dos vários serviços e a abertura de um Balcão Único.
Durante a discussão deste tema, o vice-presidente Virgílio Bento, que presidiu aos trabalhos pelo facto de o presidente Joaquim Valente se encontrar ausente, disse que as iniciativas previstas no plano visam “reduzir os custos” da autarquia. Indicou que as iniciativas de redução de despesas serão aplicadas “em todas as áreas” e observou que, em relação às horas extraordinárias está prevista “uma redução de 15%”. “É um objectivo importante e vai implicar um esforço enorme de todos os serviços da Câmara”, reconheceu, acrescentando que já entre 2009 e 2010 “houve uma redução enorme de horas extraordinárias”.
Por parte da oposição social-democrata, o vereador Rui Quinaz disse que o documento regista “uma boa evolução em relação à proposta do ano passado”. “É uma proposta mais ponderada e equilibrada”, disse. No entanto, admitiu que para o PSD ainda é “insuficiente”. No período de Antes da Ordem do Dia, a vereadora do PSD Ana Fonseca deu os parabéns à Câmara Municipal pela realização do Ciclo dedicado ao escritor Manuel Poppe e quis saber qual o ponto de situação da criação do Conselho Municipal de Educação, tendo Virgílio Bento respondido que, a sua constituição, só depende da indicação dos representantes dos alunos.
O vereador Rui Quinaz voltou a falar do assunto das portagens nas SCUT, tendo reconhecido que na Assembleia Municipal, realizada no dia anterior, ficou patente que “há um consenso relativamente à posição de toda a gente da Guarda e do Interior relativamente a esta questão” mas “é preciso pressão política” para que o Governo volte com a decisão atrás. “A Câmara tem uma obrigação adicional de pressão política sobre o Governo. O presidente da Câmara e a Câmara Municipal devem protestar insistentemente com o Governo para que esta nossa guerra chegue a bom porto. Espero que não desfaleçamos para conseguir esse objectivo. Não vai ser fácil, mas é uma obrigação de todos conseguir isso”, declarou. Já o vice-presidente da autarquia referiu que na Assembleia Municipal “houve um consenso” de todas as forças políticas em relação ao assunto das portagens. “O princípio da universalidade das portagens é uma má solução para o Interior”, admitiu Virgílio Bento, referindo que “a questão da pressão é uma coisa que todos assumimos publicamente”.

Regresso de António Patrício

O Engenheiro António Patrício regressou no dia 23 de Fevereiro à Câmara Municipal da Guarda, voltando a ocupar o cargo de Director de Departamento de Obras Municipais.
António Patrício ocupou durante 3 anos o lugar de Director Regional Adjunto da Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Centro, em regime de comissão de serviço. Com o fim da comissão de serviço voltou a assumir as funções na Câmara Municipal da Guarda, tendo já estado presente na última reunião do Executivo Camarário. O regresso do Director de Departamento de Obras Municipais foi sublinhado pelo vice-presidente da autarquia: “Dou-lhe as boas vindas a esta casa que é sua. O meu agradecimento por ter regressado a esta casa que bem precisa de si”.

Outras Notícias
 
 

Outras Notícias da secção
· Colégio de S. José /Rocha
· PSP alerta alunos para perigos das “bombas de Carnaval”

 

 

  Utilidades
 
Tempo de leitura 3 m
Imprimir Artigo
Comentar Artigo
Enviar por Email
Adicionar Favoritos



  Noticias Relacionadas
 

Turismo na Serra da Estrela

 
 
 
© 2004 A Guarda - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.